PRE usará drones para fiscalizar rodovias estaduais na região de Concórdia

A Polícia Militar Rodoviária lança, na semana nacional do trânsito de 2020, o programa de fiscalização com drones com o objetivo, dentre outros, de diminuir os acidentes causados por excesso de velocidade, desobediência à sinalização e ultrapassagem forçada.

As operações com o equipamento são realizadas em pontos de maior incidência de acidentes. Os Policiais militares rodoviários operam o drone visualizando e identificando veículos que cometam infrações de trânsito. Nas barreiras de Lei Seca, os drones monitorarão para flagrar possíveis fugas ou tentativas de desvio.

A fiscalização ocorre atualmente nas rodovias das regiões da Serra, Oeste e meio oeste do Estado. Os drones utilizados foram doados pela Receita Federal após serem apreendidos em operações.

A intenção é conscientizar o motorista que a conduta irregular pode causar acidentes graves e colocar em risco a vida das pessoas. Para isso alertamos para algumas infrações mais cometidas pelos condutores:

Na região, a Polícia Militar Rodoviária de Concórdia também tem utilizado os drones para fazer levantamento dos pontos críticos das rodovias, o que auxilia na elaboração de estudos para melhorias das mesmas.

Veja exemplos de infrações que podem ser flagradas pelos drones da PMRv e os motoristas podem ser multados:

O condutor que alerta os outros condutores sobre a existência de barreira policial ou operação policial através da luz alta e baixa intermitente. Infração média, 4 pontos na carteira e multa no valor de R$ 130,00.

O condutor que ultrapassa outro veículo em faixa contínua comete uma infração gravíssima, 7 pontos na carteira e multa no valor de R$ 1.467,35.

O condutor que excede a velocidade em mais de 50% da máxima permitida comete a infração gravíssima, 7 pontos na carteira e multa no valor de R$ 880,00, além da suspensão do direito de dirigir.

Fonte: ATUAL FM