Investigado no caso dos respiradores, ex-secretário da Casa Civil é preso em SC

O ex-secretário da Casa Civil, Douglas Borba e o advogado Leandro Barros, foram presos na manhã deste sábado (6), por uma força-tarefa da Polícia Civil e do Ministério Público. As informações são do Marcelo Lula, jornalista do SC em Pauta e da Rádio Super Condá.

Nesta manhã são cumpridos outros quatro mandados de prisão. O ex-secretário é investigado no caso da compra dos 200 respiradores feita pelo Governo do Estado, que custou R$ 33 milhões aos cofres públicos.

Operação Oxigênio

Segundo informações do Ministério Público, na manhã deste sábado (6), a força-tarefa composta pelo MPSC, pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e pela Polícia Civil(PCSC/DEIC) desencadeou a segunda fase da Operação 02 (oxigênio). Estão sendo cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e 06 mandados de prisão preventiva.A operação é realizada em cinco municípios e em três estados da federação. Estão envolvidos na ação aproximadamente 50 policiais de Santa Catarina, Rio de Janeiro e São Paulo.

A força-tarefa investiga crimes contra administração pública em processo de dispensa de licitação para aquisição emergencial de 200 ventiladores pulmonares, a fim de auxiliar no enfrentamento da covid-19, ao custo de R$ 33 milhões pagos de forma antecipada, sem a exigência de qualquer garantia e sem as mínimas cautelas quanto a verificação da idoneidade e da capacidade da empresa vendedora o que resultou no descumprimento da entrega dos referidos equipamentos.

Por Marcelo Santos
Fonte: Clicrdc