Prazo para troca de partido terminou. Confira em Joaçaba, Herval e Luzerna as principais trocas que ocorreram

Terminou na última sexta-feira dia 3, o prazo para que os políticos com desejo de participar das eleições deste ano, pudessem trocar de sigla sem causar prejuízo ao seu cargo, ou seja, a perda dele.

Em Joaçaba o vereador Francisco Moreira Lopes oficializou a sua saída do MDB e o ingresso no PSL, partido do governador do Estado Carlos Moisés. Já o vereador Diego Bairros que estava no PSD assinou sua filiação no PL do qual o presidente estadual é o senador Jorginho Mello. Sendo assim, a nova composição da Câmara de Joaçaba passou a ser a seguinte: o PL e PSDB tem 2 vereadores, Democratas, PSD, PT, PP e PSL tem um vereador cada. A novidade nesta janela partidária foi o ingresso do ex-prefeito de Joaçaba, Rafael Laske o Mamão que saiu do PSD e ingressou no PL. Além dele o PL teve as filiações do vice-prefeito Jucelino Ferraz e do policial civil Juliano Pedrini.

Na cidade de Herval d´Oeste, as mudanças na Câmara de Vereadores foram as seguintes: João Marqueze que era do PSD confirmou o seu ingresso no PSC. Leonardo Mascarello e o vereador Adilson Teixeira conhecido por Seco foram para o PSDB. Everton Parisenti que estava no MDB entrou no PL. Com isso a nova composição da Câmara de Herval é a seguinte: o PL está com 4 vereadores, o PSDB e o PP com 3 e o PSC com 1. A novidade na política hervalense nesta janela de filiações, é que os ex-vereadores e candidatos a prefeito no pleito passado, ou seja, Gilmar Dri e Juarez de Souza assinaram ficha no PSDB. Dri saiu do PSD e Juarez do MDB.

Na cidade de Luzerna as mudanças também foram enormes no poder legislativo. O PL que tinha um vereador, agora ganhou mais  4 ficando com uma bancada de 5 vereadores. Além de Alex Rover a bancada do PL agora é composta por Paqui, Meião, Mikimba e João Zamboni. Sendo assim, PP, PSDB e PSD deixaram de existir na Câmara de Vereadores de Luzerna. O MDB continua com os seus 3 vereadores, enquanto que o PT tem 1. A novidade em Luzerna foram as filiações dos secretários Alcir Denardi de Obras e Marcelo Costa Beber da Agricultura no PL, bem como o vice-prefeito Juliano Schináider que se desfiliou do PSD e também agora faz parte do partido do senador Jorginho Mello o PL.