Deputado diz que FIESC e FECOMÉRCIO estão se mobilizando contra decreto do Governo do Estado

O Deputado Estadual, Milton Hobus, disparou duras críticas ao Governo do Estado na tarde deste domingo (29) logo depois se ser veiculada a informação de que será prorrogado o decreto com as medidas emergências de enfrentamento ao Coronavírus. O parlamentar disse que já manteve contato com o presidente da Assembleia Legislativa, da FIESC e da FECOMÉCIO para que seja iniciado um movimento em Santa Catarina atendendo os anseios dos empresários. O primeiro passo, já a partir desta segunda-feira (30) será fazer um levantamento de quantos trabalhadores vão estar parados, ou já estão, em todas as regiões do Estado por conta deste decreto. “A indústria está parando por falta de demanda, não tem para quem vender” citou ele. O parlamentar disse que as entidades vão buscar respostas pontuais do Governo.

Querem saber por exemplo quais as medidas adotadas até o momento para minimizar os impactos na economia, quantos leitos já foram abertos, quantos kits de testes foram comprados e repassados aos municípios e o que o Governo fez para minimizar os impactos sociais envolvendo principalmente famílias de baixa renda. O deputado Milton Hobus defende que pessoas até 55 anos, que não sejam portadoras de doenças, voltem a trabalhar e que fiquem no isolamento apenas quem corre risco.

Quanto a reunião deste domingo com autoridades e representantes do judiciário, ele foi direto: “Esse idiota (governador) só quer os poderes para homologar, esse é o governo que o povo elegeu e que agora não sabe o que faz e nós estamos pagando o preço.

Ouça o áudio

Por Marcelo Santos