25 DE AGOSTO ENTRARÁ PARA A HISTORIA DO BRASIL.

A sessão no Senado Federal que decidirá se Dilma Rousseff vai perder ou não o mandato de presidente acontece no dia 25 de agosto, a partir das nove da manhã. A data foi definida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ricardo Lewandowski, que comandará a sessão. O advogado de defesa da presidente afastada, o ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, já foi notificado.
Para Dilma ser afastada definitivamente, são necessários os votos de pelo menos 54 dos 81 senadores. Caso contrário, o processo será arquivado e a petista reassumirá a Presidência da República.