Manifestantes se reúnem em Joaçaba para protestar contra a Reforma da Previdência e outras temas

Trabalhadores de diversas categorias foram convocados e estão mobilizados em diversas regiões do Brasil nesta sexta-feira em greve geral contra a Reforma da Previdência. Também fazem parte das reivindicações temas como maior geração de empregos formais, retomada do crescimento da economia, contingenciamento na educação e até um desagravo ao ministro da Justiça, Sergio Moro. Por trás dessa movimentação estão as centrais sindicais, partidos políticos, entidades estudantis e opositores ao governo de Jair Bolsonaro (PSL). “A manifestação nacional contra a reforma da Previdência já estava programada há meses pelas centrais. Mas, com o decorrer do tempo, novos temas foram adicionados ao protesto, como é o caso do contingenciamento de verbas da educação. Para a CUT, “escândalos” ligados à família de Bolsonaro e equipe de ministros também estão na lista.”

Em Joaçaba os manifestantes estão reunidos com faixas e cartazes na praça Adolfo Konder  e também em frente a agência da Previdência Social na XV de Novembro. O ato é organizado pelo Coletivo Sindical que envolve vários sindicatos. Os manifestantes estão aproveitando o momento para esclarecer a população sobre alguns pontos polêmicos da Reforma.

ggggg

kkkkkk

55555 88888

2222222