Realizado evento de lançamento da revista da Rede Feminina de Combate ao Câncer em Joaçaba

Revista está na 6ª edição

Num clima de muita festa em tom cor de rosa, aconteceu na noite desta sexta-feira (11), nas dependências do pavilhão da catedral Santa Terezinha a festa de lançamento da 6ª edição da revista da Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC) de Joaçaba.

Um grande número de pessoas se fez presente e pode acompanhar através dos discursos das autoridades presentes, e principalmente de um vídeo que foi veiculado a história dos 18 anos da entidade que desde o ano passado, está em sede própria conseguida através de uma parceria entre o senador Jorginho Mello e a Unoesc na pessoa do reitor Aristides Cimadon.

Em seu discurso, o senador Jorginho fez questão de enaltecer o trabalho que é realizado por todas as pessoas que integram esta entidade, “que muito tem ajudado em todos esses anos, as pessoas que são acometidas por essa doença”.

Já a presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, Nair Motta parabenizou a todos pelo sucesso do evento, em especial Dirce Schmitt e Fernanda Marca que são as idealizadoras da Revista do Outubro Rosa.

“Mais uma vez elas fizeram um bonito trabalho e a história da RFCC novamente está contada nesta revista que ficou linda”, resumiu Motta.

O evento foi concluído com um jantar, sorteio de brindes, bolo, docinhos e a apresentação dos músicos Marcelo Mago e Amanda Peliciolli.

Sobre a RFCC

A Rede Feminina de Combate ao Câncer iniciou suas atividades em maio de 2001, através de Irineu Parolin, na época, presidente da Associação de Doadores Voluntários de Sangue. Os encontros aconteciam no Hemosc de Joaçaba.

Atualmente, a Rede é formada por um grande número de mulheres, muitas das quais superaram o câncer e hoje prestam apoio voluntário a quem está passando pelo tratamento. A entidade atende na Rua Roberto Trompovski, nº 224, onde são realizadas as coletas de material para exames preventivos de câncer de colo do útero, além do exame clínico das mamas e encaminhamento para exames de mamografia e ultrassom.

Por Julnei Bruno