Juiz confirma perda de mandato do vereador Jucemar Katchor na Câmara de Herval

Vereador Jucemar KatchorEstava prevista para acontecer na manhã desta quinta-feira (18), uma sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Heval d´Oeste com o objetivo de decidir se o vereador Jucemar Katchor (PSD) perderia ou não o seu mandato, devido a uma condenação do parlamentar por porte de arma de fogo com numeração raspada.

O pedido de afastamento de Katchor, foi apresentado pelo primeiro suplente da vaga, Leonardo Mascarello, alegando o fato da justiça eleitoral ter notificado a Câmara e destacando a condenação do titular em 3 anos de reclusão em regime aberto.

No documento expedido nesta quarta-feira (17) pelo juiz da comarca de Herval d´Oeste, Dr. Ildo Fabris Junior, o magistrado deferiu em parte a liminar suspendendo a sessão extraordinária marcada para a quinta-feira (18), e notificando o presidente da Câmara de Vereadores, Adelar José Provenci, para que, no prazo de 48 horas, encaminhe a questão da perda de mandato do vereador Katchor e para que a Mesa Diretora da Casa, declare a perda do mandato de Jucemar, e emposse o primeiro suplente, se não houver impedimento.

No mês de março deste ano, Leonardo Mascarello solicitou o afastamento de Katchor requerendo sua vaga, pois a Câmara já havia sido oficiada pela 85ª Zonal Eleitoral que o vereador titular havia perdido os direitos políticos após a condenação.

A sentença envolvendo Katchor foi transitada em julgado, não cabendo mais recurso, em novembro do ano passado.

Jucemar Katchor foi detido pela Polícia Militar (PM) no dia 28 de dezembro de 2013, durante a desapropriação de um terreno em que ele estava sendo acusado de invadir pela Associação de Moradores do Bairro Jardim José Rupp. No seu veículo os policiais encontraram um revólver calibre 22. Jucemar foi conduzido à Delegacia de Polícia e autuado, sendo liberado após o pagamento de fiança.

Por Julnei Bruno

Foto: Joce Pereira/ASCOM