Luzerna prepara terreno para implantação da Transliana

Foto Divulgação

Escavadeira hidráulica, trator de esteira, rolo compactador, caçamba. Todos esses equipamentos, parte do município e a outra privada, trabalham intensamente na escavação da área onde será instalada a empresa do ramo de distribuição de alimentos, a Transliana.

Localizado às margens da SC-453, na saída para Ibicaré, o terreno está ganhando forma baseada no projeto para que seja iniciada a próxima etapa, a edificação. As máquinas começaram os trabalhos no início do mês e, mesmo com as típicas chuvas de verão, estão num ritmo acelerado.

De acordo com o secretário de Infraestrutura, Alcir Denardi, é um compromisso do município dar atenção aos novos investidores, sem se descuidar dos que já estão estabelecidos. Por isso a distribuição das máquinas para atender as demandas na cidade e no interior é planejada para não deixar ninguém desassistido. As tratativas para a vinda da Transliana para Luzerna ocorreram no final do ano passado.

Os empresários ficaram interessados nos incentivos oferecidos pela municipalidade através do programa “Investir Aqui é Fácil”. A Transliana fez a solicitação ao Conselho do Desenvolvimento Econômico e teve a aprovação de sete anos de isenção de impostos municipais como IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), isenção de algumas taxas de alvarás e a redução do Imposto Sobre Serviço (ISS).

O empreendimento terá um dos maiores faturamentos do município e, ainda poderá ter um número considerável de empregos. Os detalhes são reservados à empresa por questão estratégica e logística.

“Ela [empresa] só vai pagar a alíquota mínima de 2% do ISS. E para o município vai ser bem importante e significativo o valor adicionado para o desenvolvimento econômico”, comemora o prefeito Moisés Diersmann.

O programa “Investir Aqui é Fácil” oferece melhores condições aos empresários para instalação e investimento no município, com desburocratização e redução da carga tributária, contando com o apoio da Prefeitura em relação aos impostos municipais e a infraestrutura.

Fonte e fotos: Assessoria de Comunicação