Defesa Civil reconhece apenas situação de emergência em Lacerdópolis

Lacerdópolis – Após reunião entre o coordenador regional da Defesa Civil, Adair Flamia, o prefeito Sérgio Calegari, a vice Olides Rita Dall’Orsoletta e secretários municipais, foi assinado em Lacerdópolis o decreto de Estado de Calamidade. A cidade foi durante castigada pela enxurrada no final da tarde desta terça-feira. O documento foi enviado ao governo do estado que, por sua vez, reconheceu através da Defesa Civil estadual apenas situação de emergência.

A medida permite a obtenção de recursos junto ao governo estadual e facilita os encaminhamentos sem a necessidade de burocracia. Uma força-tarefa do Corpo de Bombeiros de Xanxerê foi destacada a Lacerdópolis a fim de ajudar na limpeza e reconstrução de prédios públicos.

O secretário de Estado da Defesa Civil, Coronel João Batista, também deslocou a Lacerdópolis para acompanhar de perto os estragos decorrentes da chuva torrencial de cerca de duas horas que castigou a cidade.

A Prefeitura, Escola de Educação Básica Joaquim D’Agostoni, a Casa da Cidadania, o Ginásio Municipal 11 de Novembro, foram alagados. As aulas na escola Joaquim D’Agostini e no CIEL foram canceladas no decorrer desta semana. Segundo a secretária da Educação, Ticiana Moreira, apenas a creche está com as atividades normais.

Uma mulher, Verônica Radavelli, 62 anos, morreu em virtude da enxurrada. Ela residia em Herval d’ Oeste e estava passeando na casa de familiares. Vários estabelecimentos foram invadidos pela água. As ruas estão sendo limpas. Árvores foram arrancadas, um cenário desolador.

O município vem recebendo ajuda de cidades vizinhas, tanto com apoio humano como material. Equipes da prefeitura, populares e órgãos de defesa e proteção estão empenhadas para minimizar os estragos.

Por Michel Teixeira