Vereador defende implantação da disciplina de informática no ensino público de Joaçaba

Imagem ilustrativa

Idealizador do projeto de lei que possibilitou a inclusão da disciplina de informática no currículo escolar para o Ensino Fundamental nas escolas da rede pública municipal de Joaçaba, o vereador Ricardo Antonello defende várias outras iniciativas que possam colaborar para a melhoria da qualidade do ensino. Entre elas, a modernização dos laboratórios de informática nas escolas – ação já concretizada pela secretaria de Educação – a inclusão da disciplina de Educação Financeira no currículo e, a implantação de métodos alternativos para a valorização dos professores através da meritocracia.

Em recente sessão, Antonello voltou a defender uma Indicação já apresentada, ainda em 2017, na qual ele sugere que a secretaria de Educação implante um mecanismo de avaliação externa da alfabetização nas escolas e um sistema informatizado para análise de dados: “Avaliando adequadamente a evolução das turmas é possível, por exemplo, pagar um bônus salarial para os professores que mais se destacaram”. A gratificação financeira já acontece em outros municípios e é comum nas empresas: “Quem se esforça mais e mostra resultados melhores na evolução da turma merece ganhar mais. Pode ser um salário a mais no final do ano, por exemplo”.

Ele ressalta ainda que é necessário que todas as unidades de ensino sejam dotadas das mesmas condições de infraestrutura e igualdade para que o processo seja justo. “Pois, a implantação de um sistema como esse é, sem dúvida, muito complexa”.

Em sua Indicação, ele apresentou o exemplo adotado pelo município de Sobral, no Ceará, que modificou positivamente a realidade no ensino público ao implantar diversas ações, entre elas, a meritocracia. Maiores detalhes sobre a Indicação podem ser acessados em http://antonello.com.br/2017/12/indicacao-121-criacao-do-sistema-de-meritocracia-na-rede-municipal-de-ensino/

Fonte: Assessoria de Imprensa