GRIPE A, o fantasma está voltando….

índice

Santa Catarina teve 17 casos de gripe A e B entre 31 de dezembro de 2017 e 11 de abril de 2018, divulgou a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) em boletim nesta quinta-feira (12). O estado teve uma morte: de um idoso de 72 anos morador de Florianopolis. Ele teve gripe A subtipo H3N2, considerado a forma mais comum do ano até o momento em Santa Catarina, segundo a Dive.

Conforme a Dive, em Florianópolis foram confirmados seis casos, em Braço do Norte, dois e um caso foi confirmado em Biguaçú, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Lebom Régis, Santo Amaro da Imperatriz, São Miguel do Oeste, Tijucas e Tubarão.

Dos 17 casos registrados, de acordo com a Dive, quatro são de H1N1. Outros 11 são de H3N2 e dois são de Influenza B.

Idosos são maioria dos casos

Os dados são do boletim epidemiológico divulgado pela Dive apontam que a maioria dos casos de gripe, seis, envolve idosos com mais de 60 anos. Dos 17 casos confirmados, 14 tiveram algum fator de risco associado. Além dos seis idosos, cinco são portadores de doenças crônicas e três gestantes.

Ainda segundo o relatório, 12 pessoas com gripe foram curadas, quatro aguardam recuperação e uma morreu, um idoso de 72 anos. Conforme a Dive, ele era portador de pneumopatia crônica, imunodeficiência/ imunodepressão e câncer de pulmão.

Fonte G1 SC