Lagartas Taturanas continuam fazendo vitimas na região

taturana-lonomia-obliqua (1)taturana-lonomia-obliqua (3)taturana-lonomia-obliqua (4)

Nos meses onde as temperaturas ficam mais elevadas, especialmente entre novembro e março, a infestação é maior e o risco do contato com o inseto também aumenta consideravelmente.

Alguns casos já foram registrados na região. Em Capinzal duas pessoas foram atendidas no município com ferimentos causados pela taturana. São pacientes de outras cidades na região, mas que receberam o atendimento no Hospital local.

A vegetação e o clima quente colaboram para que os insetos se proliferem facilmente junto à natureza. As lagartas costumam ser encontradas em grupos e em troncos de árvores.

Popularmente chamada de taturana, oruga, ruga, lagarta-de-fogo, tapuru ou pararama, as lagartas provocam acidentes cujo envenenamento é decorrente da penetração de cerdas ou espículas na pele e consequente inoculação de toxinas. De estrutura mole, as lagartas têm o corpo segmentado. Alimentam-se essencialmente de plantas.

Árvores onde são normalmente encontradas: cedro, ipê, figueira do mato, abacateiro, pessegueiro, plátano, araticum, seringueira, pereira, ameixeira, figueira, laranjeira entre outras.

A maioria dos casos tem evolução benigna; sendo bastante comuns as chamadas “queimaduras”. Acidentes envolvendo lagartas do gênero Lonomia obliqua podem provocar risco de morte caracterizado por alterações na coagulação do sangue. Podem surgir reações alérgicas e/ou inflamações na pele (dermatite).

Medidas de prevenção

Algumas medidas simples podem auxiliar para evitar acidentes com as temidas taturanas: evite o contato com qualquer tipo de lagarta, observe atentamente as folhas e troncos das árvores, nas atividades de risco proteja o corpo com roupas e luvas adequadas, pinte de branco os troncos das árvores próximas às residências e facilite a visualização das lagartas. É importante também analisar se folhas das plantas foram comidas por insetos, bem como avisar os vizinhos sobre a presenta deles nas redondezas.

Em caso de acidente com a taturana, alguns cuidados imediatos devem ser adotados, entre eles, lavar bem o local do contato com água corrente, elevar o membro afetado,procurar atendimento no posto de saúde ou hospital mais próximo, se possível levar a lagarta a unidade de saúde para identificação e o tratamento correto.