Projeto que trata de carga e descarga é retirado da sessão da Câmara de Joaçaba

O Projeto de Lei Legislativo de autoria do vereador José Otávio Calliari Filho, o Tuti que tratava do horário para carga e descarga na área central do município de Joaçaba, foi retirada no pauta na noite de ontem, quando da realização da última sessão ordinária deste mês de abril.

Ao falar sobre sua decisão, Tuti salientou que após entrevista dada à Rádio Catarinense, manteve contato com o prefeito Dioclésio Ragnini para tratar sobre o assunto, na tarde desta quarta-feira (19), nas dependências da Prefeitura Municipal.

Numa conversa franca, chegamos ao consenso eu e o prefeito de que o melhor num primeiro momento seria formalizar este projeto em parceria, para que possa ser votado na Casa com tranquilidade por parte de todos os vereadores”, resumiu Tuti.

O pensamento e a atitude do prefeito é totalmente ao contrário do que muitos vereadores se posicionaram na reunião da terça-feira (18) dos membros das Comissões. Quero elogiar o prefeito por essa e outras atitudes, que reconheceu o meu esforço na elaboração deste projeto da carga e descarga e principalmente porque ele disse estar empenhado na resolução deste problema sério no município”, argumentou o vereador.

Segundo Tuti, a partir de agora o executivo estará empenhado na complementação deste projeto elaborado por ele, que impede o trânsito de caminhões de médio e grande porte com capacidade acima de seis toneladas ou peso bruto total acima de dez toneladas nas vias públicas da área central de Joaçaba, para carga e descarga no período entre 9h e 19h30.

Infelizmente a Câmara de Vereadores saiu desgastada com essa situação, e a gente fortaleceu o laço com a prefeitura. Infelizmente alguns vereadores continuam levando para o lado político algumas decisões. Esse projeto teve o parecer favorável de vários juristas, dentre eles, a assessoria jurídica da casa. Quem deu parecer contrário, foi o assessor jurídico do presidente”, argumentou José Otávio Calliari Filho.

Concluindo, Tuti deixa claro que no transcorrer do mês de maio, em um dos blocos da Câmara de Joaçaba, esse projeto será apresentado para análise e votação dos vereadores.

Por Julnei Bruno