Vítima de furto é presa por engano ao ser confundida como ladrão do próprio carro

20160628_150803Um jovem de 24 anos ficou preso indevidamente em Capinzal por mais de 5 horas, até que os fatos fossem devidamente esclarecidos. Ele teve seu veículo furtado no dia 12 de junho com boletim de ocorrência registrado na polícia em Palmas (PR). O veículo, um VW/Gol com placas de Capinzal, foi recuperado e devolvido ao proprietário ainda neste mês de junho. Porém, o registro de furto ficou no sistema de dados da PM. Durante rondas em Capinzal na tarde desta segunda-feira, os policiais ao checar a placa do veículo, perceberam que ele tinha registro de furto. O condutor foi detido e levado para a delegacia onde ficou preso por algumas horas.

Nas redes sociais, depois de ser liberado, o jovem desabafou.  “Estou indignado porque este veículo se encontrava parado e tinha sido roubado no Paraná. Eu como dono fui até o Paraná retirar da delegacia de Palmas perante a lei. Tenho em mãos todas as provas que o carro era meu. Eles me fecharam numa sela das 4 até às 9 da noite, sendo que tinha todas as provas que o veículo era meu, mas a polícia mandou levar o carro guinchado. Como a polícia não tinha dado baixa no sistema eu fiquei como bandido lá, preso sem dever e sem me darem a mínima atenção”.

A polícia do Paraná informou que o veículo realmente pertence ao jovem de Capinzal que foi orientado a não rodar por 30 a 40 dias, até que fosse dado baixo no registro de furto.

Por Marcelo Santos