Realizada pela polícia a reconstituição da morte de “Marcos Tora” e sua esposa

00Durante a noite desta sexta-feira (22) e também uma boa parte da madrugada deste sábado (23), representantes da Polícia Civil, do Instituto Geral de Perícias (IGP) e do Ministério Público (MP) na pessoa do promotor Fabrício Pinto Weiblen realizaram em Herval d´Oeste a reconstituição do duplo homicídio ocorrido no último dia 15, que vitimou Antônio Marcos de Oliveira, conhecido por “Marcos Tora” de 42 anos e sua companheira Diamara Aparecida de Oliveira de 43 anos. O trabalho foi conduzido pelo perito do IGP, Alexandra Tobouti e teve também a participação da advogada Maria Helena Cerino que representa o réu Felipe Vieira.

Na reconstituição os policiais estiveram na residência do réu, onde momentos antes do crime, “Marcos Tora” teria invadido o local, segundo disse Felipe em seu depoimento, para lhe agredir e ameaçou sua família.

Toda a trajetória do crime baseado nos relatos de Felipe Vieira e de testemunhas foi realizado pelas pessoas envolvidas na reconstituição, na tentativa de esclarecer todos os fatos e o que originou neste duplo homicídio em Herval d´Oeste.

A diligência serviu para esclarecer as circunstâncias do crime e detalhes específicos sobre as condutas do autor e das vítimas”, resumiu o delegado regional da Polícia Civil, Daniel Régis.

O Laudo Pericial deve ficar pronto nos próximos 30 dias.

Por Julnei Bruno

Fonte e fotos: Polícia Civil/Divulgação