Projeto de fortalecimento do comércio varejista de Herval será lançado em março

Projeto de Fortalecimento do Comércio Varejista de Herval d’ Oeste será lançado em marçoO Projeto de Fortalecimento do Comércio Varejista de Herval d’ Oeste é uma parceria entre Sebrae, CDL e empresas do município e será lançado no dia 2 de março em local e horário a serem definidos.

De acordo com a coordenadora regional do Sebrae Meio Oeste Sueli Bernardi, o comércio varejista cada vez mais dinâmico tem importância fundamental e histórica para o crescimento econômico de Herval d’Oeste e região. É um dos setores que mais gera empregos e possibilita melhores salários. E, nesse contexto, o Sebrae elaborou um projeto específico para o setor, que foi aprovado e viabilizado por meio da importante parceria da CDL de Herval d’ Oeste, afim de auxiliar os pequenos negócios na busca do desenvolvimento e fortalecimento de seus mercados de atuação e a Sustentabilidade”. Frisa a coordenadora regional do Sebrae Meio Oeste Sueli Bernardi.

O público alvo é de pequenos negócios do Setor Comércio Varejista com possibilidades de adesão até 20 empresas que serão beneficiadas pelas ações ofertadas pelo projeto, no período de abril de 2016 a 30 de novembro de 2017, totalizando 20 meses. Os resultados esperados são: Fortalecer o comércio varejista, por meio de parcerias, implementação de ações de capacitação e consultoria, apoio à inovação e ao empreendedorismo, acesso a mercado, oportunizando aos empresários a obterem as condições necessárias de crescimento no ritmo de uma economia competitiva.

Segundo o presidente da CDL de Herval d’ Oeste, Joceli Andrade, a CDL buscou o Sebrae em busca de melhoria para seus associados e encontrou soluções e parcerias para todos os setores desde o pequeno até o médio e grande empresário. “Além disso, no projeto contemplamos também os nossos jovens que desejam empreender e fazer a diferença. Esse projeto foi aprovado pela diretoria que vai apresentar agora para todos os associados e captar então as 20 empresas parceiras”.

Fonte: Joce Pereira